InícioFinanças para MEIEmpréstimos para MEI, Guia Passo a Passo Definitivo

Empréstimos para MEI, Guia Passo a Passo Definitivo

-

O empréstimo para microempreendedor individual (MEI) é uma boa alternativa para quem precisa de dinheiro para enfrentar alguma crise financeira ou para aumentar o seu capital de giro. Com ele, o portador de CNPJ tem direitos e benefícios extras, diferentes de outros trabalhadores.

É considerado microempreendedor individual todo trabalhador autônomo registrado nesse regime tributário diferenciado. Dessa forma, o MEI é uma pessoa física com CNPJ, porém, não é considerado, de fato, pessoa jurídica ou uma empresa. É isso que o permite ter vários benefícios, dentre eles a isenção e pagamento reduzido de algumas taxas e facilidade na contratação do crédito para MEI.

Como funciona o empréstimo para MEI?

Ao cogitar pedir um empréstimo para MEI, é de extrema importância que, antes de tomar qualquer decisão, o microempreendedor pesquise as financiadoras, bem como as suas propostas de linha de crédito. Após este passo, também devem ser analisadas as propostas, parcelas e taxas oferecidas por cada uma delas, de forma a escolher a que melhor se encaixe em suas condições financeiras.

Assim como em qualquer modalidade de empréstimo, ao solicitar uma linha de crédito para MEI, é necessário que seja comprovada sua renda e capacidade de pagamento, bem como apresentar para qual finalidade o dinheiro será usado. O microempreendedor individual deve aplicar este dinheiro, única e exclusivamente, em áreas que ajudem a expandir o seu negócio, como: compra de equipamentos e insumos, pagamento de fornecedores e organização financeira do negócio.

Os tipos de crédito para MEI

Existem diversas formas de crédito para MEI disponibilizadas pelo mercado. Todas as modalidades possuem suas particularidades e vantagens, as quais o microempreendedor deve escolher as que mais lhe agradarem e que mais fizerem sentido com o que ele precisa no momento.

Empréstimo para MEI com garantia de imóvel ou veículo

- Continua Depois da Publicidade -

Com prazo de pagamento que pode chegar até 30 anos, o empréstimo para MEI com garantia de imóvel ou veículo é uma alternativa válida pois diminui, significativamente, as taxas de juros aplicadas. Esse tipo de empréstimo costuma oferecer valores mais altos, sendo uma ótima opção para o microempreendedor que quer alavancar o seu negócio.

Nesta modalidade, o financiador deixa seu imóvel ou seu carro como garantia do não pagamento, de forma a diminuir os riscos de inadimplência e, consequentemente, os juros do empréstimo.

Cartão BNDES

Indicada para micro, pequenas e médias empresas, o empréstimo para MEI do Cartão BNDES pode alcançar o valor de até R$ 82 milhões, podendo ser pago em até 48 vezes. A modalidade consiste em um empréstimo por meio de um cartão com limite especifico, onde o microempreendedor pode usar o valor disponível da maneira que desejar.

Para conseguir o cartão BNDES, o financiador precisa ter um CNPJ, faturamento de até R$ 90 milhões e sede no Brasil, requisitos estes que já são obrigatórios para ser um microempreendedor individual. Além disso, deve-se estar em dia com os seguintes documentos: Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); certidão negativa de débitos relativa a créditos; comprovação de regularidade de entrega da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), caso tenha um colaborador registrado.

Entre as financiadoras autorizadas a operar com o cartão BNDES estão:

  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco do Brasil;
  • Bradesco;
  • Itaú;
  • Banrisul;
  • Banco do Nordeste;
  • Banestes;
  • Banco Regional de Desenvolvimento Econômico (BRDE);
  • Santander;
  • Sicoob.

Linha de microcrédito

A linha de microcrédito tem como principal objetivo incentivar as atividades do microempreendedorismo, o qual o MEI está inserido.

Para que o microcrédito seja liberado, o empreendedor precisará demonstrar para a instituição credora onde os recursos serão utilizados, a situação do seu negócio e as projeções.

Além disso, também terá que apresentar seu RG, CPF, comprovante de endereço e certificado de Condição de Microempreendedor Individual ativo e em dia com os tributos, assim como solicitado em qualquer outro tipo de empréstimo.

- Continua Depois da Publicidade -

Na linha de microcrédito, o limite de valor oferecido costuma atingir, no máximo, R$ 20 mil, com prazo de pagamento de até seis meses.

Cheque especial pessoa jurídica

O cheque especial para MEI funciona da mesma forma do que o para pessoas físicas. O ponto forte desta linha de crédito para MEI é que quanto mais tempo de banco o cliente tem, mais fácil será conseguir o valor estimado.

Para conseguir o crédito, o empreendedor deve apresentar na instituição financeira escolhida Declaração de Imposto de Renda ou Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE).

Entretanto, com as maiores taxas de juros do mercado, que podem chegar até 16%, o cheque especial para MEI deve ser a última hipótese a ser usada.

Como solicitar um empréstimo para MEI?

Após analisar a proposta de empréstimo para MEI que melhor se encaixa nas suas finanças, o microempreendedor deve comparecer à financiadora escolhida, a fim de fechar a proposta e começar o andamento da parte burocrática. Neste momento, o mesmo deve apresentar os documentos necessários citados acima, exigidos de acordo com o tipo de crédito escolhido.

O empréstimo para MEI é uma iniciativa que pode trazer novas oportunidades para o seu negócio. Por isso, é uma decisão que deve ser tomada com cautela e com muita responsabilidade financeira.

Com o empréstimo para MEI, é possível não só enxergar novos horizontes para o seu negócio, mas, de fato, fazê-los acontecer.

O Aplicativo Parceiro do MEI

Você que possui CNPJ MEI, conheça aplicativo parceiro do MEI que possui tudo que o Micro Empreendedor Individual precisa para cumprir suas obrigações, fazer a gestão financeira do negócio e garantir sua tranquilidade e direitos. Entre as principais funções do aplicativo, destaca-se:

  • Maquininhas de Cartão para receber de clientes;
  • Impressão e código de DAS de imposto;
  • Gerenciador Financeiro Simplificado;
  • Serviços e Planos de Suporte ao MEI;
  • Administração e Envio da Declaração Anual;
  • Status e Solicitação de Direitos do MEI;
  • Emissão de NFe de Produtos;
  • Emissão de NFSe de Serviços;
  • Emissão de Certidões e Comprovantes;
  • Notificações que não te deixam esquecer de nada;
  • e muito mais…
- Continua Depois da Publicidade -

O aplicativo para MEI está disponível para Android (clique aqui para instalar), iOS (clique aqui para instalar) e também na versão web (clique para acessar).

- Continua Depois da Publicidade -
 

Deixe um Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Leia Também

Os principais impostos que o MEI deve pagar

Os principais impostos que o MEI deve pagar

0
Muitas pessoas acreditam que, quem é cadastrado no MEI (Microempreendedor Individual), está isento dos impostos que um negócio convencional precisa arcar. Mas não tem...
Afinal, MEI é obrigado a emitir nota fiscal?

Afinal, MEI é obrigado a emitir nota fiscal?

0
Uma das maiores dúvidas de um Microempreendedor Individual é: afinal, MEI é obrigado a emitir nota fiscal? O tema é recorrente porque possui muitas...